quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

QUERO ALGUÉM PRA CHAMAR DE AMOR - UMA ORAÇÃO




Por que me fizeste tão sensível, ó Senhor?!


Qual a razão de eu ser tão romântico,


Se não me dás alguém pra chamar de AMOR?!



Por que sofro até por quem desconheço?!


Por que tão mole meu coração?!


Será mesmo que isso eu mereço?!



Por que tantos desencontros,


Se o poeta diz ser a vida


A arte dos belos encontros?!



Perdoe-me, Senhor, sei que já passei da idade


De ter tantas dúvidas, da idade dos porquês,


Mas sinto-me perdido na minha mediocridade!!!



Olho para trás e percebo que nada mudou...


Não falo em tecnologia, ciência, física nuclear,


Falo de mim, ser humano, daquilo que fui e que hoje sou!!!



Eu também deveria ter evoluído, acompanhado...


Me tornado um insensível, um milionário alienado!!!


Mas não!! Deixaste-me a mesma pessoa do passado!!!



O mesmo rapazinho que respondeu, quando perguntado,


Que CHORAR não era FORÇA, muito menos FRAQUEZA,


Mas era sim POESIA PARA O SER APAIXONADO!!!



Aos dezesseis anos eu já tinha esta alma...


Já era poeta e não sabia!!


Minha vida era doce, tranqüila, era calma!



Sim, concordo! Não precisas lembrar-me... Já fui apaixonado!


Mas, convenhamos, mandaste-me a pessoa errada,


Que muito me magoou!! Deixou-me marcado!



Mentiu, traiu, deixou doridas e profundas cicatrizes,


Mas enfim, coitada!! Perdeu-se na vida,


Como tantas outras meretrizes!!!



Mas vamos deixar o passado onde ele deve estar...


Mortinho, devidamente velado e enterrado,


E uma nova vida começar!! Só alegrias a festejar!!




Olha, sei que és infalível... Vamos fazer um trato:-


Eu paro de queixumes e prometo me comportar...


Mas, vem cá, tu tens que me prometer...


Vais dar-me a mulher que estou a paquerar!!!




Soriévilo 08/07/07



Nenhum comentário:

Postar um comentário