quarta-feira, 16 de dezembro de 2009

NAVEGANTE







Pelas ondas do teu pensamento


Vou navegando...


Pelo teu sangue pulsante


Vou navegando...


Navego pelas lágrimas


Que vertem dos teus olhos


E nos cantos dos teus lábios morrem.


... E assim te beijo!!


Lágrimas agridoces,


Lágrimas de tristeza,


Lágrimas de alegria,


Que sugerem prosa, inspiram poesia!


Poço profundo de emoções fervilhantes...


Mergulho em tua alma acolhedora,


Busco em ti algo que perdi


Não sei quando, nem onde!


Se me roubaram, não sei...


Só sei que perdi!


Os anos levaram.


Procuro em tuas incertezas,


Em tua força, em tua fraqueza,


Em tuas cicatrizes


De momentos fugazes, infelizes!


Grito até quase teu tímpano romper,


Murmuro baixinho, se ao meu lado estás.


E tu me ouves, paciente, confidente,


... Condescendente!


Teu cheiro é meu bálsamo!


O brilho do teu olhar


É o farol que norteia


Esse meu navegar...


E em ti aporto, em ti lanço minha âncora,


Em ti me agarro, em ti me amarro!


... És meu tudo, meu porto seguro!!








Soriévilo 10/03/08









Nenhum comentário:

Postar um comentário